Sobre Aeróbicos & Anaeróbicos

Se você é uma daquelas pessoas que passa boa parte do dia sobre a esteira, sonhou que era um hamster, tem a geladeira repleta de frutas, legumes e verduras, armários lotados de suplementos, e ainda assim não vê o peso indo embora, está na hora de rever seus conceitos, pois desde que você esteja queimando um número maior de calorias do que você ingere durante o dia, deve conseguir algum resultado positivo na luta contra a balança.

Uma vez que adote hábitos alimentares saudáveis e que atendam sua necessidade de energia, daí sim os esforços físicos passam a surtir efeito, mas vá com calma e responsabilidade, partindo do princípio que o que traz resultados para um, nem sempre trará os mesmos benefícios esperados para outro. A estratégia pode até ser a mesma: beber muita água, comer limpo, dormir bem, praticar atividades físicas, porém uma vez que aplicamos o básico em nossa busca pelo bem-estar, entender por exemplo o que é aeróbico e anaeróbico pode ser a cereja que faltava no bolo, ou melhor, a barra olímpica que faltava na academia high-tech. Por isso, vamos ao básico:

As chamadas atividades aeróbicas são aquelas que conseguimos sustentar por longos períodos: corridas e caminhadas, atividades com bicicleta, travessias a nado, etc. Essas se utilizam principalmente de oxigênio para que mantenhamos o nível de energia necessário.

Já as atividades anaeróbicas são aquelas que promovem picos de de atividade física: tiros de corrida, circuitos de alta intensidade, exercícios com cargas elevadas, levantamento olímpico, salto a distância, etc. Durante esse tipo de atividade, o oxigênio já não é suficiente para produção total de energia, outros sistemas entram em destaque e por esse e outros motivos, essas atividades são classificadas como anaeróbicas.

Na hora de se queimar gordura, ambos os tipos funcionam, porém as atividades aeróbicas quando executadas em excesso tendem a diminuir nossa retenção de massa magra (músculos) acarretando em metabolismo mais lento. Atividades anaeróbicas, por outro lado, demandam menos tempo, promovem aumento de produção hormonal e crescimento muscular, aumentando assim nosso metabolismo.

Se seu interesse e saúde e resultados, mesclar os tipos de treino pode ser a melhor opção, já que evita o tédio, tira o seu corpo da zona de conforto e o torna apto a realizar qualquer tipo de desafio. Independente do que faça, sugiro que saia da caixa, mude seu programa e por favor... Desligue a ergométrica!