Gremlins na Barriga. Cinco Razões Pelas Quais Você Está Sempre com Fome.

Você já teve a sensação de que tem um Gremlin vivendo em seu corpo que não lhe deixa parar com a necessidade de comer mais e mais?

Mesmo que seja comum observar um aumento de apetite, enquanto treinamos mais pesado, passamos por condições de stress elevadas, ou nos privamos de dormir adequadamente, devemos sempre estar atentos para os sinais de aumento de apetite permanente.

No caso de você sentir que pode devorar o mundo inteiro com algumas amêndoas polvilhadas no topo, aqui estão Cinco Razões Pelas Quais Você Está Sempre com Fome e Como Combatê-las:

1) Você Está Desidratado: Uma leve desidratação é muitas vezes mascarada pela sensação de fome. O hipotálamo, parte do cérebro que regula a fome e a sede pode lhe confundir em relação ao que seu corpo precisa e você pode acabar com um grande saco de batatas fritas em suas mãos. Para evitar a desidratação, beba o mínimo de um litro de água para cada 20 kg de peso corporal.

2) Você Não Dorme o Suficiente: privar-se de dormir causa um sério desequilíbrio em sua concentração de hormônios. Entre os diferentes hormônios que se desregulam, a grelina, um estimulador do apetite sobe e a leptina, um hormônio que nos dá a sensação de que comemos o suficiente desce. O corpo que urge por descanso, passa também a pedir por doses desesperadas de energia, o que leva você a desejar carboidratos e alimentos densos em energia. Se esforce para dormir pelo menos 8-10 horas por noite.

3) Você Está Comendo Muitos Carboidratos Simples ou Processados: Carboidratos simples, os que encontramos nos alimentos refinados e/ou açucarados como biscoitos, doces, arroz, batatas brancas, massas, sorvetes, sucos, pão, elevam os níveis de açúcar no sangue rapidamente, e em seguida, a concentração de açúcar cai rapidamente. Esta falta de açúcar no sangue, que experienciamos após comer carboidratos simples fazem com que o corpo anseie por mais carboidratos açucarados. Essa montanha russa de concentrações de açúcar no sangue começam a desregular a sua sensibilidade à insulina e podem lhe tornar não só mais gordo, letárgico, mas também podem acabar por causar Diabetes Tipo 2. Opte por carboidratos complexos e não industrializados. Os meus favorito: batata doce, brócolis, espinafre, feijão, aveia de vez em quando.

4) Você Está Cercado por Tentações Culinárias: Um estudo da revista americana Obesity em 2012, apontou que apenas olhar para fotos de comida pode ser suficiente para aumentar os níveis de grelina, o hormônio estimulador do apetite. Tente eliminar suas possibilidades de ver ou sentir o cheiro de alimentos. Acabou de comer? Saia da mesa!

5) Você Está Comendo Muito Rápido: Comer muito rápido pode lhe dar uma sensação de estômago cheio, mas sem dar ao cérebro tempo suficiente para registrar essa sensação. Coma seus alimento lentamente. Minhas estratégias favoritas: Mastigar pelo menos 20 vezes, não assistir ou ler enquanto come, tomar pelo menos 20 minutos comendo, e começar cada refeição com uma enorme porção de vegetais de baixo valor calórico.

Mesmo que as causas não se limitem a essas, elas são bem convenientes como um guia para quem deseja mais saúde e uma fome menos furiosa.

Força. E Seja Grato Pelos Seus Alimentos.